Um projeto de ciências do Ensino Médio virou startup

Baiana de 15 anos desenvolve projeto de purificação de água e abre startup

Em 2013, quando tinha 15 anos, a baiana Anna Beserra desenvolveu um projeto de purificação de água usando raios ultravioleta para participar do Prêmio Jovem Cientista. Diferentemente dos métodos tradicionais, como usar pastilhas de cloro ou ferver a água, esse processo não causa efeitos colaterais e pode ser feito em grande escala.

Apesar da ideia incrível, a Anna não ganhou a competição, mas a história teve um final feliz. Ano passado, ela começou a estudar biotecnologia na Universidade Federal da Bahia. O ponto de virada foi apresentar o projeto aos professores, que disseram que ele poderia ser transformado em uma startup. Em setembro de 2015, a Safe Drinking Water For All (SDW) foi oficialmente lançada e, no mesmo mês, aceita na InovaPoli, a incubadora da universidade.

Anna

A SDW começou a desenvolver sua solução, um reservatório de plástico, produzido a partir do bagaço da cana-de-açúcar. Seu recipiente contém uma superfície de vidro ligada a um sensor de raios ultravioleta. O tratamento da água leva, em média, três horas, mas varia com a intensidade do sol.

Agora, Anna está aperfeiçoando o reservatório para lançá-lo comercialmente entre março e outubro de 2017. Ao mesmo tempo, a jovem busca financiamento coletivo para uma capacitação no MIT, nos EUA, onde receberá mentoria e terá a chance de conhecer empreendedores e investidores americanos.

Quer ajudar a Anna a realizar esse sonho? Você também pode contribuir.  

Comentários