Oito dicas práticas para jovens que querem começar a empreender

Não é só a técnica que faz um bom empreendedor, algumas mudanças de comportamento também são valiosas para quem quer colocar um projeto de pé

Ser um jovem empreendedor é tudo de bom. Sobram ideias, disposição e descobertas para pensar coisas novas e começar novos projetos, que podem até virar negócios. Mesmo assim, algumas características do bom empreendedor só surgem com o tempo, pois com ele vem a experiência.

Para nossa sorte, a internet está cheia de dicas legais de empreendedores que já vivenciaram algumas coisas e decidem compartilhar. Seguem oito dicas de comportamento para quem começou a lidar com o mundo dos projetos e dos negócios agora.

117368_900Começar cedo é uma ótima maneira de chegar mais longe

Quando estiver negociando, lembre-se de mudar de rumo. Em uma negociação ou discussão sobre projeto, mais importante do que seguir um roteiro pronto é saber imaginar os cenários e estar pronto para se adaptar a qualquer rumo que a conversa tomar.  

Preparar-se para vários cenários também é importante quando o assunto é dinheiro, seja para pedir um aumento ou um financiamento de projeto. Para isso, é sempre bom começar a argumentação apontando vantagens e resultados do investimento – o que ele pode trazer a longo prazo, o valor agregado do que ou de quem merece o investimento, entre outros

A fala é um instrumento poderoso: quando um projeto vira negócio, todos esperam do empreendedor profissionalismo, por mais jovem que ele seja. Por isso, é importante saber se apresentar, e isso passa em grande parte pela maneira como o empreendedor fala. Desde o uso de gírias (evite exageros!) até a entonação da voz, que deve ser firme, pausada, como em um discurso, até a linguagem corporal; muitos gestos passam a impressão de insegurança.

Você é seu melhor assistente. Se você é daqueles que precisa de ajuda para se organizar, utilize a tecnologia a seu favor. Existem aplicativos e ferramentas para todo tipo de problema, desde lembretes até um plano de negócios.

Ter parceiros de trabalho é bom por vários motivos. Dividir tarefas e responsabilidades, trocar ideias, conviver e se divertir. Por isso, não tenha medo de compartilhar suas ideias e dividir o máximo que puder.

Saiba avaliar o que funciona e o que não funciona. Quando se tem mais pessoas com você em um projeto é possível conseguir opiniões sobre o que funciona e o que não funciona. Em uma breve conversa, é possível encontrar um outro caminho para o que você, pensando sozinho, achava ser um beco sem saída.

Se é verdade que tempo é dinheiro, lembre-se sempre de observar como você está gastando os dois. Só quando você sabe avaliar se algo está gastando mais tempo ou mais dinheiro do que deveria, é que será capaz de melhorar seu projeto.

Ser um pouco ambicioso é bom, mas sem esquecer de ser legal. Um pouco de ambição faz bem ao empreendedor. A ambição é responsável por nos fazer acreditar nas ideias, botar a mão na massa e nos deixar focados em nossas metas. Porém, quando deixamos essa ambição tomar conta dos nossos pensamentos, perdemos o melhor do empreendedorismo, que é o aprendizado e o compartilhamento de ideias.

 

Depois de prestar atenção nessas dicas de segurança, agora é só fazer sua ideia decolar!

 

Fonte

 

Comentários