Conheça uma brasileira bem ao estilo de Merida

Sua luta pela inserção de mais mulheres no setor tecnológico foi reconhecida nos EUA

Se Merida vivesse nos tempos atuais, com certeza ela estaria fazendo alguma coisa que –  teoricamente – não seria indicado para meninas. Gostamos de pensar que ela seria uma super-engenheira tecnológica quebrando barreiras no mundo dos negócios dominado por homens.

Espera aí! Essa pessoa existe, é brasileira e vem influenciando mentes de jovens empreendedoras pelo mundo.

Seu nome é Camila Achutti. Aos 23 anos, ela acaba de ser nomeada uma das mulheres mais visionárias do ano nos EUA pelo Instituto Anita Borg. Formada em Ciência da Computação, ela atua como engenheira de software da Iridescent (ONG americana de ensino e formação científica e tecnológica). O currículo da moça também estão o blog Mulheres na Computação e o programa de empreendedorismo feminino Technovation Challange Brasil, do qual é embaixadora.

WOV-Student-Finalist-Camila-Achutti-3-700x466

 

Você sabia que, de acordo com pesquisas, o interesse de mulheres brasileiras em cursos de TI cresceu 800%? No entanto, a desistência ainda é alta: cerca de 79% desistem no primeiro semestre, por falta de apoio e/ou um ambiente favorável para seu desenvolvimento. Em empresas de tecnologia, apenas 6% dos altos cargos de chefia e gerência são ocupados por mulheres.

Já dá para imaginar o motivo de Camila ser considerada uma profissional de destaque? A brasileira tem um papel importante no incentivo ao empreendedorismo feminino no país. Ela lidera atividades de ideação e prototipação de aplicativos, principalmente para jovens, além de atuar ativamente em relação a questões de gênero no setor tecnológico de empresas. Neste vídeo, ela explica a necessidade de estimular meninas de comunidades carentes a se perceberem capazes de mudar o mundo através da tecnologia.

E você? Tem interesse por tecnologia e não sabe por onde começar? Converse com professores, siga o blog da Camila e fique de olho! Empresas como Facebook e Google já estão realizando capacitações online focados no público feminino.

 

Conheça outras jovens empreendedoras brasileiras:

Comentários