Britânico de 15 anos cria teste que detecta Alzheimer

Inspire-se no jovem que desenvolveu um teste para detectar a doença de Alzheimer dez anos antes dos primeiros sintomas

Krtin Nithiyanandam é um jovem de 15 anos que desenvolveu um teste para detectar a doença de Alzheimer dez anos antes dos primeiros sintomas, acredita? O Alzheimer é uma doença que afeta cerca de 1% dos idosos no mundo entre 65 e 70 anos e só pode ser diagnosticada após exames cognitivos. Mas graças a esse adolescente isso está prestes a mudar.

O estudante de Epsom, no Reino Unido, criou um anticorpo que, quando injetado no sangue, atua como um “cavalo de Tróia” que penetra no cérebro e se conecta às proteínas neurotóxicas presentes no primeiro estágio da doença.

A grande vantagem deste anticorpo é que ele pode ser ligado a partículas fluorescentes, e depois disso, permitir a detecção destas proteínas ligadas à doença de Alzheimer. O estudo também mostra que eles podem combater a doença.

“As principais vantagens do meu teste estão relacionadas à possibilidade de ele ser usado para diagnosticar a doença de Alzheimer antes dos sintomas se manifestarem, com foco nas mudanças patofisiológicas. Algumas delas podem ocorrer uma década antes dos sintomas“, afirmou Krtin ao Telegraph.

O garoto impressionou tanto com a sua determinação que o projeto foi submetido ao concurso na Google Science Fair Prize, competição mundial destinada a estudantes de até 18 anos e seus projetos científicos. Ficou curioso para conhecer um pouco mais sobre o britânico? Dá o play no TEDxLondon e inspire-se:

 

Comentários